Hiponatremia: conheça a doença da falta de sódio no sangue

Hiponatremia: conheça a doença da falta de sódio no sangue

Você já ouviu falar sobre a falta de sódio no sangue? Trata-se da hiponatremia, um problema comum em esportistas.

A hiponatremia não é propriamente uma doença e sim um conjunto de sinais e sintomas relacionados à falta de sódio no organismo.Conhece-los  pode ajudá-lo a combater e tratar essa condição muito incômoda em pessoas que pratiquem bastante exercícios. 

Siga a leitura nos próximos tópicos e compreenda melhor. 

O que é Hiponatremia?

O que é a hiponatremia?

A hiponatremia é a alteração metabólica causada pela baixa concentração do elemento sódio no sangue e na água, distribuída por todo o organismo.

Os sintomas  ocorrem quando há um desequilíbrio no sistema  hidroeletrolítico do corpo ( volume de água, concentração de sódio e potássio intra e extra celular). A hiponatremia ocorre quando o sódio não é suficientemente fornecido ao organismo ou a eliminação é excessiva ( suor e urina ).

Os primeiros estudos sobre a hiponatremia foram realizados no ano de 1985. Antes disso o termo não era utilizado e falava-se apenas em desidratação. Porém, percebeu-se que a falta de sódio no sangue é mais complexa que uma desidratação simples.

As pessoas que praticam esportes têm mais tendência a adquirir a hiponatremia.

Isso vem sendo observado desde o início da década de 1980, antes mesmo do aparecimento do termo hiponatremia. Uma revisão bibliográfica realizada por pesquisadores da Escola Superior de Educação Física e Fisioterapia do Estado de Goiás (Eseffego) e publicado na revista científica argentina EFDeportes, faz um traçado da doença desde seus primeiros estudos. Segundo uma publicação da Eseffego, em 1981 os educadores físicos recomendavam aos atletas uma alta ingestão de líquidos, sem restrições, durante os treinos de resistência. Foi nessa época que surgiram os primeiros casos de descontrole de sódio no sangue, o que mais tarde recebeu o nome de hiponatremia.

 

Ainda de acordo com o levantamento bibliográfico da Eseffego, entre os anos de 1989 e 1999, pelo menos quatro atletas das Forças Armadas dos Estados Unidos, que faziam fortes treinamentos físicos( enduro), morreram por conta da hiponatremia.

A hiponatremia  acontece muito entre os atletas quando eles bebem muita água sem repor sódio ao praticarem exercícios físicos no calor.

Isso, combinado com o suor em excesso, pode fazer com que o corpo elimine grandes quantidades de sódio.

Foi preciso buscar  meios para fazer a reposição de sódio, antes, durante e após o treino, o que deu origem às soluções isotônicas ( água + sódio + potássio ). Porém, também é recomendado ter cuidado para não consumir sódio em excesso que pode causar malefícios para a saúde.

É preciso buscar sempre o equilíbrio no consumo de água, sódio e potássio. Lembre-se que o sal de cozinha é composto de Cloreto de Sódio ( cloro e sódio ) … não contém potássio !!!!!!!! É por isso que o acompanhamento dos atletas por uma equipe multidisciplinar, com médicos, nutricionistas e educadores físicos é tão importante.

O que a Hiponatremia pode causar?

O que pode causar a hiponatremia?

Conforme explicamos, a prática esportiva sem a devida nutrição do corpo pode causar a hiponatremia, mas essa não é a única causa. Na sequência, explicaremos as principais delas. Confira!

Excesso de açúcar no sangue

Pessoas diabéticas, ou seja, que têm uma grande quantidade de açúcar no sangue, também pode ter dificuldades em absorver o sódio. Isso contribui para que a hiponatremia se desenvolva.

Ocorrências frequentes de vômitos e diarreia

Quando há ocorrência frequente de vômitos e diarreia, muitos elementos importantes para o corpo podem se perder juntamente com as excreções. O sódio é um deles e sua falta pode causar hiponatremia.

Doenças que acumulam líquidos no corpo

Algumas doenças têm a características de fazer com que o corpo retenha muito líquido. É o caso da cirrose hepática, da insuficiência renal crônica, do hipotireoidismo, insuficiência cardíaca, entre outras.

Uso de medicamentos que retém líquido

Alguns medicamentos anti-inflamatórios também retém líquido e podem fazer com que o sódio diminui no corpo.

Uso de drogas

Além dos medicamentos para tratar doenças, o uso de alguns tipos de drogas ilícitas, como o ecstasy e o LSD também podem fazer com que o corpo retenha elimine mais sódio do que o necessário.

Consumo de líquidos em excesso

Manter-se hidratado é sempre fundamental, mas o consumo de água, chás, cerveja, chimarrão, sucos e outros líquidos em excesso pode fazer com que o corpo humano tenha mais necessidade de transpirar. Juntamente com o suor, se perde sódio.

Doenças psiquiátricas

Algumas doenças psiquiátricas como a potomania e a polidipsia psicogênica podem fazer com que as pessoas sintam a necessidade de ingerir mais líquidos do que o necessário para o seu corpo. Tais patologias também contribuem, portanto para o surgimento da hiponatremia.

Exagero de água durante os exercícios

Apesar de ter outras causas, a principal razão para o aparecimento da hiponatremia é o exagero do consumo de água durante a prática esportiva, sobretudo em dias de muito calor ou quando são feitas ao ar livre, como corridas. O ideal é que os atletas bebam cerca de 150 ml de água a cada hora de exercício praticado. Assim, será possível se manter hidratado e ao mesmo tempo evitar a perda excessiva de sódio por meio do suor. Outra dica interessante é consumir bebidas isotônicas durante a execução dos exercícios físicos. Essas bebidas têm minerais importantes e que mantém o equilíbrio do sódio e outros elementos no fluxo sanguíneo.

Compreendido quais são as causas e como se prevenir da hiponatremia, você deve estar se perguntando sobre como identificar essa doença, não é mesmo? Vamos explicar sobre os sintomas, a seguir!

Quais são os sintomas da hiponatremia?

Os sintomas da hiponatremia, na maioria dos casos, são os seguintes:

  • confusão mental;
  • desorientação;
  • agitação;
  • falta de ar;
  • falas confusas;
  • edema pulmonare;
  • dor de cabeça;
  • enjoos e vômitos frequentes;
  • sonolência;
  • crises convulsivas.

É importante destacar, no entanto, que esses sintomas se manifestam apenas quando a hiponatremia já é considerada uma emergência, ou seja, em situações em que o tratamento precisa ser imediato.

Os distúrbios hidroeletrolíticos mais graves podem levar ao coma e até mesmo ao óbito.

Como é feito o diagnóstico da hiponatremia?

A hiponatremia pode ser identificada por meio de exames de sangue. É por isso que esses exames são feitos regularmente, principalmente pelos atletas de elite. Afinal, os sintomas da falta de sódio demoram para aparecer.

O diagnóstico deve ser feito pelo médico, que a partir dos resultados da coleta de sangue e avaliação do funcionamento de órgãos como os rins, o fígado e da concentração destes elementos no sangue..

Geralmente, quem tem hiponatremia tem uma dosagem de sódio no sangue abaixo de 135 mEq/L.

Possíveis complicações

No caso específico dos atletas, a hiponatremia pode causar o colapso em provas de endurance. Isso quer dizer que pode haver a incapacidade de caminhar ou correr sem que atinja logo a exaustão.

Também durante o treino, o atleta pode apresentar quadros de náuseas, vômitos e câimbras. Geralmente, esses episódios ocorrem em provas que têm duração igual ou superior a quatro horas, como as maratonas.

Quais são os fatores de risco da hiponatremia?

A queda progressiva de sódio no sangue tem como fatores de risco as pessoas diabéticas, que têm doenças ou usam remédios que retém líquido e também que fazem exercícios físicos de forma exagerada. Além disso, não ter uma alimentação adequada e com os nutrientes necessários para a prática esportiva de forma saudável também contribui para que hiponatremia se desenvolva.

Hiponatremia

Como são feitos os tratamentos para hiponatremia?

Os tratamentos para hiponatremia dependem do grau do desenvolvimento da doença. Por isso, o médico clínico geral ou nefrologista deverá avaliar cada caso para propor a forma mais adequada de corrigir os efeitos da falta de sódio no organismo.

No caso da hiponatremia aguda grave, que ocorre quando há o aparecimento dos sintomas anteriormente citados, pode ser feito um tratamento com solução salina hipertônica.

Assim, o médico deverá analisar a quantidade de sódio que precisa ser reposta e fazer a aplicação aos poucos. O cuidado é necessário, pois se for administrado sódio em excesso, o quadro pode se converter para hipernatremia, tão grave quanto.

Já nas situações de hiponatremia crônica, que é quando uma pessoa têm frequente deficiência de sódio, o tratamento pode ser feito com soro fisiológico e soluções salinas, de acordo com cada situação.

Em casos menos graves, restringir a quantidade de água que se bebe durante o dia ou nas práticas esportivas pode ser uma alternativa interessante. Algumas mudanças na dieta também contribuem e para isso ter um acompanhamento de nutricionista é o mais indicado.

Por se tratar de uma doença relativamente “nova”, a hiponatremia ainda não têm uma literatura muito ampla, mas cada vez mais é alvo de pesquisas de campo. De maneira geral, os atletas precisam ter cuidados com a sua alimentação e com o exagero de consumo de água para evitar que ela ocorra.

Gostou do nosso artigo? Temos muitos assuntos relevantes para você.

Até a próxima! 😀

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *